"Ninguém é tão pequeno que não possa ensinar e nem tão grande que não tenha o que aprender."

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Dica de Plano de aula.Tema: higiene pessoal

O que o aluno poderá aprender com esta aula
- Reconhecer e utilizar os sentidos: tato, olfato e audição;
- Reconhecer e diferenciar sensações;
- Construir hábitos de higiene;
Duração das atividades
2 horas/aulas
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Não há necessidade de conhecimentos prévios para esta aula.
Estratégias e recursos da aula
Na Educação Infantil, o trabalho com a higiene é cotidiano. Incentivar as crianças a lavarem as mãos antes de lanchar, depois de brincar no parque é um prática diária. A fim de que esta rotina possa despertar o interesse das crianças e ser assimilada como um hábito, sugerimos a seguinte aula:

1º Momento: A turma se organiza em uma rodinha e juntamente com o professor/a conversam a respeito dos cuidados referentes à higiene pessoal. Por exemplo: O que as crianças entendem por higiene pessoal? Por que é necessário termos hábitos de higiene? Como são os hábitos de higiene em suas casas? E na escola, qual a importância de mantermos nossa higiene pessoal? O que podemos fazer para termos um corpo bem cuidado?
Após a conversa inicial, com o auxílio de um livro, o professor/a narra a história “O cabelo de Maria Chiquinha” de GINA BORGES – ED. FAPI –. Depois da leitura da história o professor/a explora por meio de um diálogo com as crianças, hábitos de higiene pessoal, a partir da vivência apresentada pela personagem. Esta personagem não gostava de tomar banho e lavar os cabelos, esse é um debate interessante para ser feito com as crianças a partir da história.
2º Momento: Ao finalizar a história o professor poderá explorar com as crianças a mensagem da mesma e questioná-las sobre as suas práticas de higiene:
• Vocês gostam de tomar banho?
• Como é o momento do banho em sua casa?
• O que mais podemos fazer para garantir que nosso corpo fique sempre bem cuidado?
3º Momento: Com uma caixa surpresa contendo diversos objetos utilizados em nossa higiene (sabonete, shampoo, perfume, pente, escova de dente, roupas, esponja, tesoura de cortar unhas, chinelo) o professor pode realizar uma brincadeira explorando os sentidos. Com os olhos vendados, as crianças, uma por vez, serão instigadas a colocarem a mão dentro da caixa e retirarem um objeto. Em seguida, as crianças tentarão descobrir, com o auxílio do tato, olfato e audição, qual objeto têm em mãos, explorando suas características. À medida que cada objeto for sendo descoberto, o professor faz intervenções destacando a sua utilidade em nossa higiene e toda a turma poderá ter contato com o mesmo. Para finalizar, pode-se montar um painel com os objetos, o desenho da personagem principal da história “O cabelo de Maria Chiquinha” e fazer uma exposição desse painel no corredor da sala de aula a fim de valorizar as produções das crianças.
Recursos Complementares
Livro de História Infantil:
BORGES, Gina. O Cabelo de Maria Chiquinha. Belo Horizonte: Fapi, 2002. (Cuidando do Corpo. Coleção Infantil).
Materiais: objetos de higiene pessoal, sabonete, esponja, tesoura, shampoo, escova de dentes, perfume, pente, chinelo.
Avaliação
Durante a aula, o professor realiza as seguintes observações a fim de elaborar a avaliação da aula:
• A criança manifestou interesse em participar da atividade;
• A criança relatou suas experiências familiares acerca da temática trabalhada;
• A criança utilizou-se dos diferentes sentidos para identificar o objeto;
• A criança conseguiu narrar suas sensações no momento de contato com o objeto.
Ao final da atividade o professor e os alunos realizam uma avaliação coletiva, tentando destacar a opinião do grupo sobre a atividade, ressaltando pontos positivos e negativos.

Um comentário: